DumDum Tabard

Insectopedia

Informação sobre insetos

Melga e mosquito - Culex Pipiens

  • Descrição

    Mosquito é um termo genérico utilizado para designar várias famílias de insetos voadores pertencentes à ordem Diptera e em particular à subordem Nematocera – todavia, estritamente falando, o termo refere-se apenas aos membros da família Culicidae.

    Existem 39 géneros e 135 subgéneros de mosquitos, com mais de 3.200 espécies conhecidas. Os mosquitos têm corpos magros e pernas longas: os adultos raramente têm mais de 15mm de comprimento.

  • Ciclo de vida

    Os mosquitos passam por quatro fases durante o seu ciclo de vida: ovo, larva, ninfa ou pupa e adulto.

    As fêmeas depositam os ovos (em algumas espécies cerca de 300 ovos de uma só vez!) em locais com água estagnada há pelo menos uma semana. Alguns dias depois, as larvas transformam-se em ninfas que posteriormente se transformam em mosquitos – só nesta última fase (adulto) é que o inseto deixa o local onde foram depositados os ovos. Algumas espécies de mosquitos tem ciclos de vida de cerca de sete dias, enquanto outros podem viver até um mês.

  • Saiba mais!

    Os mosquitos são responsáveis por dois problemas essenciais: em primeiro lugar as suas picadas, que são muito irritantes; em segundo lugar, pela possibilidade de transmissão de várias doenças.

    Apenas as fêmeas são causadoras de ambos os problemas, pois apenas elas picam de forma a obter, através do sangue dos mamíferos, as proteínas necessárias ao desenvolvimento dos ovos. Dado que os mosquitos apenas se alimentam de néctar, seiva das árvores e sumos de frutas, que têm geralmente um baixo teor de proteínas, sem sangue o desenvolvimento dos ovos seria impossível.

    O efeito irritante das picadas do mosquito é exatamente o resultado de uma reação alérgica desencadeada nos mamíferos pela perfuração da pela probóscide do mosquito, um órgão do tipo estilete utilizado para perfurar a pele e que lhes sugar o sangue e injetar saliva. Por outro lado, a comichão que sentimos após a picada do de um mosquito deve-se a uma substância que este segrega antes de sugar o sangue e que funciona como anticoagulante.

    Os mosquitos sempre foram transmissores de doenças infeciosas devido a picarem indivíduos diferentes um após o outro, transportando as doenças de pessoa para pessoa. O mosquito Anopheles é conhecido como um transmissor da malária humana, sendo uma das principais causas de doenças debilitantes, com mais de 200 milhões de casos por ano em todo o mundo.

  • Conselhos práticos

    Não use roupas de cores claras ou perfume porque ambos atraem os insetos.

    Em locais com risco elevado ao aparecimento de mosquitos, utilize barreiras físicas tais como redes de mosquito.

    Remova a água parada em recipientes, latas e objetos abandonados, entre outros. A água parada fornece o ambiente perfeito para a proliferação de mosquitos.

Calendário

Sabia que ...?

  • Os mosquitos fêmeas podem viver cerca de três semanas durante o verão e vários meses durante o inverno.
  • Todos os mosquitos precisam de água para completar o seu ciclo de vida.
  • Os mosquitos podem voar a velocidades entre 1,6 e 2,4 km/h.
  • O peso da fêmea adula é de cerca de 2 mg.
  • Só o mosquito fêmea suga o sangue, pois precisam dele para o desenvolvimento dos ovos. No entanto, as fêmeas também se alimentam de néctar e sumos de fruta, tal como os machos.
  • Os mosquitos batem as asas entre 300 e 600 vezes por segundo.
  • Os mosquitos podem detetar o CO2 que expiramos a distâncias de 18 a 30m.
  • Os mosquitos fêmea geralmente levam cerca de 50 segundos para perfurar a pele dos mamíferos e cerca de 2,5 minutos a sugar o sangue.
  • Há mais de 3.200 espécies de mosquitos.
  • Os mosquitos podem viver durante várias semanas ou meses, dependendo das condições ambientais.A maioria dos mosquitos permanece a uma distância de até 1,5 km do local onde nasceram, embora algumas espécies possam afastar-se mais de 30 km.
  • Quando as fêmeas pica, injeta saliva debaixo da pele dos mamíferos, o que pode causar reações alérgicas.