DumDum Tabard

Insectopedia

Information on insects

Mosca doméstica - Brachycera

  • Descrição

    A mosca doméstica ou comum é um díptero braquícero da família Muscidae. É a mosca mais comum e habitual na maioria dos climas. Uma mosca adulta pode chegar a medir cerca de 5-8 mm. O corpo deste inseto, de cor cinzenta no tórax e amarela nas costas e abdómen, encontra-se coberto de pelos. Os olhos das moscas são vermelhos e mais afastados nas moscas fêmeas, que são geralmente maiores que as do género masculino.

  • Ciclo de vida

    As moscas passam por quatro fases durante o seu ciclo de vida: ovo, larva, ninfa ou pupa e adulto.

    Uma mosca fêmea deposita cerca de 2.000 ovos durante a sua vida, contudo, e por seleção natural, uma grande parte deles nunca se transforma em larva. Os ovos, brancos e com cerca de 1,2 mm, precisam apenas de um dia para dar origem às larvas, que vivem e se alimentam normalmente de detritos orgânicos, tais como lixo ou fezes. Seguindo a metamorfose, as larvas transformam-se em pupas, de cor roxa ou vermelha, que por sua vez dão lugar à mosca adulta, que podem viver durante aproximadamente um mês.

  • Saiba mais!

    A mosca doméstica tem hábitos muito pouco higiénicos: desde logo, deposita os ovos em fezes frescas de animais ou em matéria orgânica em decomposição. Destes ovos saem larvas que se alimentam das mesmas substâncias. Nesta fase, procuram um lugar fresco e seco onde a pupa se transforma nas moscas que todos conhecemos: insetos cinzentos com um tamanho médio de 6 mm e que podem viver até um máximo de 40 dias.

    As moscas tornam-se ativas com a luz, seja esta natural ou artificial. De noite, com as luzes apagadas, mantêm-se quietas no interior das casas, em lugares próximos daqueles onde encontram alimentação e depositam os ovos. Todavia, com luz, passam a maior parte do tempo em movimento, procurando água e comida.

    As moscas alimentam-se de fezes, lixo, fruta em decomposição, entre outros detritos orgânicos. O processo de alimentação das moscas passa por regurgitar nos alimentos de forma a dissolvê-los e absorve-los imediatamente – as manchas de cor amarelada que deixam nos alimentos são devidas a este processo.

    Os hábitos das moscas são preocupantes porque acarretam uma grande quantidade de bactérias que estas depositam na comida. Em alguns países, as moscas podem transmitir doenças ao ser humano, como a febre amarela, dengue, elefantíase, cólera, entre outras.

    Por outro lado, as moscas são úteis ao meio ambiente reciclando o lixo de origem vegetal ou animal, um processo vital para o Planeta.

  • Conselhos práticos

    • Retirar o lixo doméstico de casa com regularidade

    • Limpar regularmente, evitando a permanência e decomposição de restos de comida

    • Em vez de luz branca, utilizar luz amarela, menos atrativa para estes insetos

    • Eliminar focos favoráveis à reprodução do inseto, o que permitirá reduzir a população de moscas adultas

    • Ter especial cuidado em estabelecimentos alimentares e mercados

Calendário

Sabia que ...?

Em um só lar, a produção de ovos de mosca durante um verão é de mais de 2 milhões de unidades.

Os olhos das moscas são dos mais complexos do mundo dos insetos. São compostos por várias partes, funcionando cada uma delas uma unidade independente de deteção de luz.

As moscas saboreiam, ouvem e sentem através dos pelos que cobrem o seu corpo.

Uma mosca limpa-se a si própria constantemente.

As moscas conseguem andar em superfícies estreitas usando as suas patas pegajosas. Isto permite-lhes inclusivamente caminhar em superfícies verticais de vidro ou de cima para baixo.

Historicamente, em mitologia e nas literatura, as moscas foram associadas à morte e à deterioração. Na realidade, a presença de determinadas moscas permite às equipas forenses determinar há quanto tempo um corpo se encontra morto.

As moscas desempenham uma tarefa importantíssima para nós: reciclam lixo de origem vegetal ou animal, um processo vital para aos humanos.

Os cientistas encontraram mais de cinco milhões de gérmenes diferentes nas patas das moscas.

Normalmente as moscas não se alojam a mais de 500 metros do seu local de nascimento. Por vezes, nem saem da divisão da casa em que viveram durante a sua fase de larva.

Tags: