DumDum Tabard

Insectopedia

Informação sobre insetos

Formiga - Formicidae

  • Descrição

    As formigas (formicidae) são uma família de insetos sociais que, como as vespas e as abelhas, pertencem à ordem dos himenópteros. São um dos grupos zoológicos de maior êxito na atualidade e estão classificadas mais de 12.000 espécies. São facilmente identificáveis pelas suas antenas e estrutura corporal de três secções, com uma cintura estreita.

  • Ciclo de vida

    As formigas desenvolvem-se através de uma metamorfose completa, passando pela fase de ovo, larva, pupa e finalmente formiga adulta.

    Durante o estado de larva a formiga encontra-se ao cuidado das outras formigas adultas pois ainda não possui extremidades corporais.

    A diferença entre as rainhas e as obreiras, e entre as diferentes castas de obreiras, é determinada pela alimentação durante o estado de larva. Tanto as larvas com as pupas devem manter-se a uma temperatura e humidade que lhes assegure um desenvolvimento adequado, pelo que são frequentemente transportadas pelas formigas adultas para diferentes locais dentro das suas colónias, sempre em busca das melhores condições.

    As colónias de formigas existem dentro de buracos, que podem ser criados na terra ou na madeira de troncos velhos, postes ou construções. Estes locais protegem as formigas dos seus inimigos, bem como de variações climatéricas, e permitem-lhes armazenar alimentos e outros recursos.

  • Saiba mais!

    As formigas mantém uma estrutura social complexa e constroem colónias formadas sobretudo por fêmeas estéreis sem asas, em castas de “obreiras”, “soldados” e outros grupos. As colónias de formigas têm também alguns machos férteis e uma ou várias formigas férteis, as “rainhas”. Cada uma das classes dentro da colónia tem uma função concreta.  Distinguem-se duas castas fundamentais: as reprodutoras, como a rainha, que se encarregam de produzir os ovos, e as obreiras, que trazem alimentos, cuidam da rainha e defendem a colónia.

    A sua socialização é tão elevada que inclusivamente comem em grupo, num processo que se chama trofolaxis: as formigas passam o alimento de boca em boca, de forma a que as obreiras possam dar proteínas e água às larvas para que estas as transformem em hidratos de carbono que posteriormente regurgitam para que novamente as formigas adultas os consumam. Tudo isto é possível graças a um sistema complexo de comunicação que lhes permite levar a cabo todas as atividades de construção e defesa da colónia, bem como de busca por comida.

  • Conselhos práticos

    Limpar os restos de comida e bebida. Uma pequena migalha é suficiente para atrair dezenas de formigas.

    Manter a comida armazenada em recipientes selados.

    Armazenar óleos vegetais e manteiga hidrogenada no frigorífico.

    Armazenar cuidadosamente a comida. As formigas conseguem passar através dos sulcos de um frasco com a tampa mal fechada, bem como entrar em frascos sem borda de borracha.

    Secar bem banheiras  e lavatórios após a sua utilização.

    Lavar os recipientes de vidro, metal, plástico e papel antes de os colocar no lixo ou reciclagem.

    Limpar todas as superfícies da cozinha, varrer e aspirar com frequência.

    Se tiver animais de estimação, assegurar que toda a comida que possa cair dos recipientes que usam para se alimentar é imediatamente limpa.

    Cuidar da manutenção geral da casa: tapar fendas e fissuras no chão, paredes ou nas janelas e assegurar-se que as mesmas fecham bem.

Calendário

Sabias que…?

As formigas prosperam na maior parte dos ecossistemas e calcula-se que possam formar entre 15 a 25% da biomassa de animais terrestres.

As sociedades de formigas caracterizam-se pela divisão do trabalho, comunicação entre indivíduos e pela capacidade de resolução de problemas complexos.

Muitas culturas humanas utilizam as formigas como alimento, na medicina ou como objeto de rituais.

Uma formiga obreira passa os primeiros dias da sua vida adulta a cuidar da rainha e das criar. Posteriormente, é promovida a tarefas de escavação e manutenção da colónia e, mais adiante, a defender a colónia e a recolher alimentos.

As rainhas podem viver até 30 anos, enquanto que as obreiras vivem entre 1 e 3 anos. As formigas macho, por sua vez, vivem apenas algumas semanas.

Todas as colónias de formigas têm uma ou várias rainhas (fêmeas férteis encarregues da reprodução) e trabalhadoras estéreis (também fêmeas).

A maioria das formigas deixam um rasto de feromonas devido às glândulas dos seus abdómens, rasto esse que pode ser seguido por outras formigas.

Dos ovos fecundados nascem sempre fêmeas (normalmente não férteis, serão rainhas apenas se houver comida em abundância). Os machos nascem sempre de ovos não fecundados.

As formigas tornam-se agressivas quando a temperatura aumenta.

As formigas não veem a cor vermelha.