DumDum Tabard

Factos sobre as doenças transmitidas pelos mosquitos (parte 1)

Os mosquitos podem ser irritantes quando estão a zumbir à sua volta, e toda a gente odeia a comichão que as picadas deixam e que podem causar inchaço e permanecer durante dias. Mas eles podem ser muito mais perigosos. Os mosquitos são um dos maiores vetores de doenças do mundo e podem ser muito perigosos.

Quando a parte longa e tubular da boca chamada probóscide penetra na pele do hospedeiro infectado, o patógeno é transferido para o mosquito. Se o mosquito infectado atacar um novo hospedeiro não infectado, este, consequentemente, também será infectado. As doenças mais conhecidas incluem malária, chikungunya, dengue, Nilo Ocidental ou febre do zika. Todas estas doenças são causadas por vírus ou parasitas transmitidos por vetores como mosquitos.

Malária

A Malária é uma doença infecciosa causada por um parasita. Os mosquitos infectados da espécie Anopheles transmitem o parasita após a reprodução no interior do mosquito. Estes mosquitos picam apenas ao amanhecer e ao anoitecer. Se ocorrer a transmissão do patógeno, ele entra na corrente sanguínea e atinge o fígado, onde se espalha.

A Malária é uma doença semelhante à gripe associada à febre, dor de cabeça, vómito e calafrios. Os primeiros sintomas geralmente aparecem entre dez dias e quatro semanas. Dependendo do tipo de parasita transmitido, o curso da doença pode ser particularmente grave e até fatal. No entanto, com medicamentos e prevenção, um resultado fatal pode ser evitado.

Quase metade da população mundial está ameaçada pela malária, que é comum em muitos países da África, Ásia, América, Pacífico e Caribe. Apesar disto, não existe uma vacina contra estas doenças, apenas medicamentos destinados à prevenção ou alívio dos sintomas. Desta forma, é muito importante aumentar a consciencialização sobre o risco das doenças transmitidas por mosquitos e como se deve proteger contra as suas picadas.

Dengue

A Dengue é uma doença infecciosa causada por um vírus, que pode ser transmitida por vetores como mosquitos diurnos das espécies Aedes aegypti ou Aedes albopictus. É uma doença com sintomas semelhantes aos da gripe, que podem incluir dor de cabeça, fadiga, febre, erupção cutânea, dores nas articulações e nos músculos. Uma característica da dengue é a “tríade da dengue”, que descreve os sintomas persistentes de febre, dor de cabeça e erupção cutânea. O período de incubação pode durar cerca de 3 a 15 dias. Geralmente, os primeiros sinais começam gradualmente após cinco a oito dias. A fase aguda da doença pode durar até duas semanas, no entanto geralmente são necessárias várias semanas para uma recuperação total. Apesar disto, a típica dengue é fatal em menos de 1% dos casos. Para evitar a morte após a infecção pelo vírus, é necessária uma detecção precoce.

O vírus está espalhado em muitos países da África, Ásia, América, Pacífico e Caribe. A incidência mundial aumentou dramaticamente nas últimas décadas - actualmente metade da população mundial está em risco. Apesar disso, não existe uma vacina específica para os humanos, por isso é importante aumentar a consciencialização sobre o risco das doenças transmitidas por mosquitos e como se deve proteger contra as suas picadas.